Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

Sou teu poeta

Antonio Francisco

Para Rosângela

Por que me pedes poesias se o poeta já teu?
Eu te sou peculiar mais do que os versos meus.
Ainda que os meus versos sejam inerentes ao coração,
posso oferecê-los a outros, mas eu sou tua porção.
Posso entender o que pedes, e nisso tens a razão,
um poeta sem poesia não cativa o coração.
Quero enumerar os meus versos no universo a nos unir,
e assim poeta e versos poderás usufruir.

Te amo!

Junho de 1992.

publicado por Antonio Francisco e Rosângela Linhares às 21:13

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Julia a 12 de Abril de 2007 às 20:48
Lindo e emocionante. Adoro esse cantinho.

Comentar post

Sobre nós

amante(s) online
 

Achologia

  • Achologia

    Rosângela

  • Rosângela

    Blogmania

  • Células

  • Ferro velho

  • Firmeza e Ternura

  • Liderança

  • Mensagens bíblicas

  • Minhas leituras

  • Namoro

  • Palavra do Pastor

  • Pão quentinho

  • Reencontro News

  • Sobre famílias

  • Teologia Sistemática

    Arquivos

    Maio 2007

    Abril 2007

    Counter

    10/04/2007
    blogs SAPO